Joshua Schneyer – Corrected: Commodity Traders: The trillion dollar club – september – 2013, 19p.

2 de setembro de 2013 at 18:23 Deixe um comentário

A crise, com as suas perturbações e o empurra-empurra de culpas e revelações, está nos permitindo ver bastante melhor como funciona a economia capitalista realmente existente. O estudo do Instituto Federal Suíço de Pesquisa Tecnológica desenhou o mapa do controle de 737 grupos sobre 80% do mundo corporativo mundial. O estudo do Tax Justice Network, e o dossiê do Economist mostraram que os recursos em paraísos fiscais, e geridos pelos grandes bancos, representam entre um terço e metade do PIB mundial. Até o Financial Times mostra como se generalizaram as práticas ilegais no mundo dos intermediários financeiros. O texto abaixo, sobre os Commodity Traders, mostra uma dimensão importante e particularmente significativa para o Brasil, desta globalização deformada: o mundo dos traders em commodities (grãos, energia, minérios, os produtos básicos das nossas economias). As páginas iniciais mostram claramente como se formam os preços destas commodities: “Most commodity buyers in the world are price takers. The top trading firms are price makers”. Naturalmente, ninguém em sã consciência poderia acreditar de que flutuações do barril de petróleo entre 17 e 140 dólares em poucos anos estariam refletindo oscilações da oferta e da procura, ainda que esta seja a razão quase sempre apresentada pela mídia. Aqui, os mecanismos ficam explicitados. Na segunda parte do documento são brevemente analisados os 16 principais grupos que controlam o sistema. Aliás, grande parte com sede em Genebra, com proteção do segredo bancário. Estes grupos de intermediação hoje realizam lucros incomparavelmente mais elevados do que produtores. E passam a deter um imenso poder político e de fixação especulativa de preços. O artigo é publicado pela Reuters, o que tira qualquer desconfiança de que se trate de ataques a corporações. Joshua Schneyer, que assina o artigo, apóia-se em trabalhos de 15 pesquisadores em diversas partes do mundo. Originalmente publicado em 26 de outubro de 2011, o artigo é extremamente atual. Uma dimensão essencial da economia mundial não obedece nem a mecanismos de mercado (equilíbrios oferta e procura), nem a mecanismos de regulação multilateral. É o mundo dos grandes fluxos especulativos, que reforçam os movimentos pro-cíclicos dos sistemas financeiros. (L. Dowbor)

» Acesse o artigo na íntegra

Entry filed under: COORDENAÇÃO CRISES E OPORTUNIDADES. Tags: .

Christian Comeliau – Situar melhor a economia na sociedade – julho – 2013, 15p. Kofi Annan – G20: how global tax reform could transform Africa’s fortunes – september – 2013, 3p.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Comissão convocadora

Amir Khair, Antonio Martins, Caio Magri, Caio Silveira, Carlos Lopes, Carlos Tibúrcio, Darlene Testa, Eduardo Suplicy, Ignacy Sachs, Juarez de Paula, Ladislau Dowbor, Luiz Gonzaga Beluzzo, Moacir Gadotti, Márcio Pochmann, Paul Singer, Roberto Smith.

Feeds


 
Logo BNB
 
Logo IPEA
 
Logo IPF
 

 

 

As postagens deste blog estão abertas para seus comentários.
Para comentar os artigos, use o link "add comment" no rodapé de cada texto.

 
 
 

Se desejar mais informações sobre Crise e Oportunidade entre em contato conosco através do e-mail criseoportunidade@utopia.org.br

 
 

 
 
O objetivo geral de Crise e Oportunidade é de identificar na crise global as oportunidades de se colocar em discussão temas mais amplos, buscando a organização da intermediação financeira e dos fluxos de financiamento para que respondam de maneira equilibrada às necessidades econômicas, mas que sobretudo permitam enfrentar os grandes desafios da desigualdade e da sustentabilidade ambiental, nos planos nacional, regional e global.

 
 
 
 
Ajude a divulgar esta iniciativa colocando este botão em seu site ou blog (<b>https://criseoportunidade.wordpress.com</b>)

Ajude a divulgar este espaço de debate colocando este botão em seu site ou no seu blog.

 
 
 
 
 
 
Licença Creative CommonsEste blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons 2.5 BR

%d blogueiros gostam disto: